Dep. Técnico (12) 99657-8080 Dep. comercial (11) 97398-0237 Atendimento
Gogô - Coriza Infecciosa
Gogô - Coriza Infecciosa

Conhecendo e aprendendo sobre a doença ,tratamento e prevenção. 

 

A Coriza Infecciosa conhecida como Gogô é uma doença altamente contagiosa causada pela bactéria Avibacterium paragallinarum.

 

Essa doença é caracterizada pela inflamação das mucosas do aparelho respiratório podendo muitas vezes atacar os olhos das aves, ocorre com frequência em galinhas não vacinadas acima de 13 semanas, galos, faisões, perus, galinhas, aves aquáticas, codornas e angolas são mais resistentes a essa doença. 

 

Ela sempre surge em lugares úmidos, sujeitos as correntes de ventos frios (principalmente no inverno e no período noturno ou épocas de chuvas), assim como em abrigos, galinheiros, galpões casa de aves mal construídas fora do padrão recomendado pela Embrapa e a ABNT, ou adaptação dessas normas para realidade do criador, de acordo com o dinheiro que pode gastar para construir o local, o tipo de ave e criação que terá clima do local, localização e topografia do terreno. 

 

Transmissão da doença de uma ave para outra. 

O Gogô é transmitido pelo contato direto por aerossóis em suspensão no ar de aves doentes, entre elas pássaros como pombos, pardais, galinhas, insetos e pela contaminação da água do bebedouro e alimentos no comedouro, principalmente na época de estações chuvosas e frias. Sua disseminação está ligada à quantidade de aves por local quanto maior a quantidade maior o risco, sendo que uma ave contaminada através do bebedouro, comedouro entre outros meios, pode contaminar todas as aves próximas a ela que tiverem acesso ao mesmo bebedouro e comedouro e ambiente, em apenas algumas horas, pois o período de incubação é de 24 a 48 horas.

 

Alguns animais curados por antibióticos quando não vacinados contra o gogô ficam portadores, podendo a doença reaparecer a cada ano, pois a imunidade não parece ser duradoura.

 

Identificando os sintomas da doença na ave. 

Lembrando que a ave contaminada com coriza muitas vezes é contaminada com as doenças associadas como bronquite infecciosa, laringotraqueíte, micoplasmose, colibacilose e cólera aviária, avitaminoses, parasitas como piolhos, verminoses e eimerioses. Nesses casos a mortalidade é muito alta em relação ave contaminada apenas com Gogô.

 

A doença é caracterizada geralmente por algum desses sintomas ou todos eles isso vai variar do tempo que a ave esta doente e o grau da doença sendo eles: 

• Peito seco 

• Perda de peso; 

• Perda do apetite 

• Diminuição da postura de ovos 

• Face, crista e barbelas inchadas. 

• Sinusite, conjuntivite e face inchada. 

• Nariz escorrendo coriza e também pelo olho. 

• Penas ao redor dos olhos e nos ombros sujas de coriza. 

• Espirros, tosse seca e dificuldade na respiração abrindo e fechando o bico. 

 

 Medidas a Serem Tomadas par evitar a doença novamente: 

• Após estar curada da doença vacinar a ave imunizando contra as doenças frequentes na região. 

 

• Evitar friagem, umidade e corrente de vento direto nas aves durante a noite no poleiro corrigindo as instalações das aves. 

 

• Desinfecção das instalações e equipamentos utilizados na criação, desinfetante e cal, próprios para aves. 

 

• Colocar tela pinteiro para evitar a passagem de pássaros que possam transmitir a doença. 

 

• Fornecer ração de qualidade.

 

• Comprar aves isentas de problemas respiratórios e doenças associadas, vacinadas e vermífugadas. 

 

• Aplicação de vacina para prevenção conforme programa de vacinação da sua região. Na falta da vacina tenha sempre a mão o kit de primeiros socorros específicos para aves. 

 

Sugestões de tratamento:  

 1º Isolar fisicamente as aves doentes das demais aves saudáveis em local, baia ou gaiola específico para tratar aves doentes, com bebedouro e comedouro apenas para as doentes e ficar de olho nas outras aves saudáveis que estavam com ela, se alguma adoecer levar para a baia de quarentena.  

  

2º Identificar os sintomas, para a partir dos sintomas podermos identificar a doença ou possíveis doenças associadas.  

  

3º Após a identificação da doença partimos para o tratamento com medicação adequada para cada caso.  

  

4º Medicamentos sugeridos de acordo com a bula.

 

Kit de Tratamento:

• Enroflaxino 10% oral 1 ml por litro de água ou 0,5ml para 500ml de água - Durante 7 dias - Leia a bula com atenção antes de utilizar. 

 

• Probiótico seguir a quantidade conforme a bula por 14 dias seguidos .

 

• Anti tóxico - Conforme a bula por 14 dias seguidos.

 

• Tratamento intratraqueal com ácido e iodo específico para esse fim - Usar conforme a bula. 

 

 

 

Conheça Nossas Soluções Para Tratamento Desta Doença :

 

 

Assista a aula prática de como utilizar cada medicamento link :

0.00

Gogô - Coriza Infecciosa

R$ 0,00

Até 10x sem juros de R$ 0,00 no cartão

Qtd:  

Conhecendo e aprendendo sobre a doença ,tratamento e prevenção. 

 

A Coriza Infecciosa conhecida como Gogô é uma doença altamente contagiosa causada pela bactéria Avibacterium paragallinarum.

 

Essa doença é caracterizada pela inflamação das mucosas do aparelho respiratório podendo muitas vezes atacar os olhos das aves, ocorre com frequência em galinhas não vacinadas acima de 13 semanas, galos, faisões, perus, galinhas, aves aquáticas, codornas e angolas são mais resistentes a essa doença. 

 

Ela sempre surge em lugares úmidos, sujeitos as correntes de ventos frios (principalmente no inverno e no período noturno ou épocas de chuvas), assim como em abrigos, galinheiros, galpões casa de aves mal construídas fora do padrão recomendado pela Embrapa e a ABNT, ou adaptação dessas normas para realidade do criador, de acordo com o dinheiro que pode gastar para construir o local, o tipo de ave e criação que terá clima do local, localização e topografia do terreno. 

 

Transmissão da doença de uma ave para outra. 

O Gogô é transmitido pelo contato direto por aerossóis em suspensão no ar de aves doentes, entre elas pássaros como pombos, pardais, galinhas, insetos e pela contaminação da água do bebedouro e alimentos no comedouro, principalmente na época de estações chuvosas e frias. Sua disseminação está ligada à quantidade de aves por local quanto maior a quantidade maior o risco, sendo que uma ave contaminada através do bebedouro, comedouro entre outros meios, pode contaminar todas as aves próximas a ela que tiverem acesso ao mesmo bebedouro e comedouro e ambiente, em apenas algumas horas, pois o período de incubação é de 24 a 48 horas.

 

Alguns animais curados por antibióticos quando não vacinados contra o gogô ficam portadores, podendo a doença reaparecer a cada ano, pois a imunidade não parece ser duradoura.

 

Identificando os sintomas da doença na ave. 

Lembrando que a ave contaminada com coriza muitas vezes é contaminada com as doenças associadas como bronquite infecciosa, laringotraqueíte, micoplasmose, colibacilose e cólera aviária, avitaminoses, parasitas como piolhos, verminoses e eimerioses. Nesses casos a mortalidade é muito alta em relação ave contaminada apenas com Gogô.

 

A doença é caracterizada geralmente por algum desses sintomas ou todos eles isso vai variar do tempo que a ave esta doente e o grau da doença sendo eles: 

• Peito seco 

• Perda de peso; 

• Perda do apetite 

• Diminuição da postura de ovos 

• Face, crista e barbelas inchadas. 

• Sinusite, conjuntivite e face inchada. 

• Nariz escorrendo coriza e também pelo olho. 

• Penas ao redor dos olhos e nos ombros sujas de coriza. 

• Espirros, tosse seca e dificuldade na respiração abrindo e fechando o bico. 

 

 Medidas a Serem Tomadas par evitar a doença novamente: 

• Após estar curada da doença vacinar a ave imunizando contra as doenças frequentes na região. 

 

• Evitar friagem, umidade e corrente de vento direto nas aves durante a noite no poleiro corrigindo as instalações das aves. 

 

• Desinfecção das instalações e equipamentos utilizados na criação, desinfetante e cal, próprios para aves. 

 

• Colocar tela pinteiro para evitar a passagem de pássaros que possam transmitir a doença. 

 

• Fornecer ração de qualidade.

 

• Comprar aves isentas de problemas respiratórios e doenças associadas, vacinadas e vermífugadas. 

 

• Aplicação de vacina para prevenção conforme programa de vacinação da sua região. Na falta da vacina tenha sempre a mão o kit de primeiros socorros específicos para aves. 

 

Sugestões de tratamento:  

 1º Isolar fisicamente as aves doentes das demais aves saudáveis em local, baia ou gaiola específico para tratar aves doentes, com bebedouro e comedouro apenas para as doentes e ficar de olho nas outras aves saudáveis que estavam com ela, se alguma adoecer levar para a baia de quarentena.  

  

2º Identificar os sintomas, para a partir dos sintomas podermos identificar a doença ou possíveis doenças associadas.  

  

3º Após a identificação da doença partimos para o tratamento com medicação adequada para cada caso.  

  

4º Medicamentos sugeridos de acordo com a bula.

 

Kit de Tratamento:

• Enroflaxino 10% oral 1 ml por litro de água ou 0,5ml para 500ml de água - Durante 7 dias - Leia a bula com atenção antes de utilizar. 

 

• Probiótico seguir a quantidade conforme a bula por 14 dias seguidos .

 

• Anti tóxico - Conforme a bula por 14 dias seguidos.

 

• Tratamento intratraqueal com ácido e iodo específico para esse fim - Usar conforme a bula. 

 

 

 

Conheça Nossas Soluções Para Tratamento Desta Doença :

 

 

Assista a aula prática de como utilizar cada medicamento link :

  1. Até 1x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  2. Até 2x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  3. Até 3x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  4. Até 4x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  5. Até 5x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  6. Até 6x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  7. Até 7x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  8. Até 8x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  9. Até 9x sem juros de R$ 0,00 no cartão
  10. Até 10x sem juros de R$ 0,00 no cartão


 

Gogô - Coriza Infecciosa

R$ 0,00

Até 10x sem juros de R$ 0,00 no cartão